Continente quer ficar com nove lojas do Grupo Sá na Madeira

12/03/2013  


Cadeia de supermercados madeirense, que fechou em Maio do ano passado a única loja em Lisboa, está em processo especial de revitalização.

 

A Sonae MC, empresa do grupo Sonae (dono do PÚBLICO) que detém os hipermercados Continente, chegou a acordo com o Grupo Sá para o trespasse de nove lojas localizadas na Madeira. O Grupo Sá está em processo especial de revitalização e em Maio do ano passado decidiu encerrar a única loja que detinha em Lisboa para centrar actividade na Madeira.

Em comunicado, a Sonae MC diz que o contrato está dependente de alguns “condicionalismos legais”, como a decisão de não-oposição da Autoridade da Concorrência. Depois da aprovação do regulador, a Sonae MC diz que vai assegurar “a viabilidade dos postos de trabalho afectos a estes estabelecimentos comerciais”. O PÚBLICO contactou a empresa para saber quantos trabalhadores estão em causa e qual o valor do contrato agora assinado, mas ainda não foi possível obter resposta.

O Grupo Sá chegou a ter 1600 trabalhadores e facturou 130 milhões de euros em 2010, abaixo dos 140 milhões que reportava em 2008. Os supermercados e hipermercados foram criados por Jorge Sá em 1971, quando o empresário criou a Sá Cardoso & Companhia. De acordo com a revista Exame, o primeiro Super Sá abriu em 1985, no Funchal. A loja em Lisboa, no Centro de Lazer do Campo Pequeno, foi inaugurada em 2005 e teve um investimento de quase um milhão de euros. O grupo previa uma facturação de dez milhões de euros por ano, que não se concretizou.
 
 

See it on Scoop.it, via IND
 
Facebook | Condições gerais de venda | Pagamento e envio | Aos preços indicados acresce IVA à taxa legal em vigor.
 
© IND - Soluções de Sinalização 2011. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Datasuporte, Lda.